Por que tanto ódio com os Remasters?

Você não aguenta mais anúncios de remasterizações e remakes de jogos? Você acorda e vê anúncio de Crash Bandicot e Final Fantasy VII e sente que está em 1997? Isso te deixa muito puto da vida? Bem, eu estou adorando!

Vejo muito na comunidade pessoas reclamando que vivemos uma remaster generation, com tantos anúncios de jogos antigos refeitos ou recauchutados. Sim, realmente a quantidade de “mais-do-mesmo”, do “vale a pena jogar de novo” é muito maior do que em qualquer outra geração. Mas seria isso necessariamente ruim? Por que a indústria investe tanto em repaginações e releituras?

Para começo de conversa, devo admitir que eu estou adorando essa onda de remasterizações. Obviamente, todos já ouviram aquele papo de que é mais fácil para uma produtora relançar um grande sucesso que trará vendas certas do que investir em títulos novos que talvez não vendam ou sejam bombardeados pela crítica. Isso é bem verdade, já que o custo das produções vem aumentando junto com o poder de processamento dos consoles. Mas para nós, isso não é necessariamente ruim. Eu mesmo não tive todos os consoles da cada geração e, como todo gamer tupiniquim, pulei algumas gerações por falta de grana. Minha vida gamer de verdade começou na época do Playstation, graças a pirataria. Seja você a favor ou contra, foi graças aos jogos de R$ 5 que muita criança cuja renda familiar não passava de um salário mínimo conseguiu jogar vídeogame. Muitos saíram dessa geração diretamente para o saudoso Playstation 2, mas consoles como Nintendo 64, Game Cube e Xbox continuavam sendo algo inalcançável para muita gente. Depois veio o Xbox360, e logo depois a criançada daquela época virou adulta e começou a poder comprar videogames. Além disso, muitos outros fatores fizeram com que uma grande parcela da galera que comenta em grupos no facebook hoje não pudessem jogar The Legendo of Zelda Ocarina of Time em sua época de lançamento.

Então para que tanto ódio? Eu por exemplo havia decidido largar o videogame lá para meados de 1999 pois constatei que não possuía vida social. Minha primeira namorada eu arranjei quando engavetei minhas cópias dos Final Fantasy (piratas) do PSone. Só fui colocar as mãos em um videogame de novo em 2013. Olha quanta coisa eu perdi! Os Zeldas do 64 só pude jogar agora no 3DS; Kingdom Hearts, The Last of US, Shadow of The Colossus, Final Fantasy XII apenas consegui acesso graças aos remasters do PS4. A Saga Halo peguei em uma cartada só na maravilhosa coletânea remasterizada para o Xbox One (que tem a opção de jogar os originais). Gears of War peguei todos, graças aos códigos gratuitos do encarte do Gears 4. Meu Xone tem todos os jogos da franquia Forza. Estou adorando poder viver (e não reviver, como muitos) essas experiências clássicas de gerações passadas. Imagine conseguir hoje esses jogos e seus respectivos consoles em sua versão original? Extremamente inviável para um cidadão médio.

Agora, por que a galera xinga muito no Twitter? Só pode ter dois motivos para tanto ódio contra os remaster: ou a pessoa já teve todos os consoles de todas as gerações, e jogou todos eles, ou a indústria está focada em remasterizações e não lança nada de novo. Bem, os dois motivos não me parecem fazer muito sentido. Se o cara tem todos esses consoles e jogos antigos, por que reclama? Não compre o remaster, jogue seu jogo original no console original e foque seus gastos em lançamentos. A indústria não está lançando jogos novos? Nossa, quantos títulos originais tivemos de 2015 até agora. Estamos em um verdadeiro “boom” de novas franquias (Splatoon, Horizon Zero Dawn, Sea of Thieves, Bloodborne, Bravely Defaut, Watch Dogs, etc, etc, etc). Arriscaria dizer que estamos vivendo a melhor geração de games que alguém poderia viver! Imagine falar para um garoto em 1995 que ele pode jogar praticamente todos os jogos já feitos de uma forma acessível e barata? Que ele tem acesso a praticamente tudo o que a indústria já produziu via Steam, retro em emuladores e no rapsberry pie e, nos jogos remasterizados claro! Aguardo ansioso a coletânea da saga Mega Man X para o Switch. Como posso reclamar?

Renan, 34 anos com corpinho de 20. O cara mais bonito do site. Jogador veterano, amante de games Old School e Final Fantasy, trabalho nas horas vagas para poder comprar jogos.

Renan Melo

Renan, 34 anos com corpinho de 20. O cara mais bonito do site. Jogador veterano, amante de games Old School e Final Fantasy, trabalho nas horas vagas para poder comprar jogos.

%d blogueiros gostam disto: