Top 5 | Porradaria franca no Nintendinho

Melhores jogos de briga de rua cumpadi

No auge dos beat n ups de arcade, eu era um pirralho de apenas 9 anos morador da periferia de Guaianases. Para ter acesso à um fliperama, – que normalmente eram encontrados em botecos – eu tinha que dividir espaço com bêbados, gente mal encarada e ainda dar sorte de encontrar um banco pra subir em cima e ver alguém jogando. Isso nas raras vezes que fui escondido da minha mãe, pois obviamente não era ambiente para uma criança. Minha mãe, com toda razão do mundo, fora diversas vezes buscar meu irmão mais velho nesses lugares e era através dele que eu sabia o que acontecia lá. Somente anos depois pude ter o gosto de jogar alguns desses títulos, mas até lá, me diverti bastante com o que saiu para Nintendinho. Alguns até mesmo depois de marmanjo. Relembrando essa história, resolvi fazer um top 5 porradaria  no NES.

 

5 – Mighty Final Fight (Capcom – 1993)

Resultado de imagem para mighty final fight

Alguns ficarão bravos, maaaaaaas, considero esse o melhor dos Final Fights. Mighty Final Fight foi desenvolvido pela própria Capcom em 1993 e é um Spin-off da franquia. Trata-se de um beat n up com bons sprites e desenhados ao estilo “Chibbi” (pequenos e cabeçudos). Na aventura você poderá escolher entre Cody, Guy ou Haggar onde você acumula pontos de experiência para melhorar suas habilidades e movimentos especiais. Apesar da aparência inofensiva, a pancadaria come solta e o jogo diverte bastante.

 

4 – River City Ransom (Technos – 1989)

Resultado de imagem para River City Ransom

Um beat n up com elementos de RPG e cheio de diálogos engraçados; River City Ransom é um jogaço feito pela Technos que foi lançado em 1989 no Japão. Na pancadaria, você estará no papel dos estudantes (nada exemplares) Alex e Ryan. A namorada de Ryan foi sequestrada por um cara chamado Slick, e para resgatá-la essa dupla vai virar a cidade de ponta-cabeça.

Apesar de ser um beat n up, o game não corre de maneira linear, você terá a cidade toda para vasculhar, comprar itens e principalmente arranjar brigas para que consiga salvar a namorada de Ryan.

 

3 – Teenage Mutant Ninja Turtles III: The Manhattan Project (Konami – 1991)

Imagem relacionada

Após o ótimo TMNT 2 que é baseado na versão de arcade, o NES recebeu um terceiro título inédito da franquia: Teenage Mutant Ninja Turtles III: The Manhattan Project. Se falando em jogabilidade, pouco mudou comparado ao anterior. Foi adicionado um movimento de arremesso e novos golpes especiais. O game possui 8 fases e destaco a fase do surf (achei impressionante na época). Escolhi esse ao invés do 2 para a terceira posição, porque eu tinha o cartucho do 2 e o 3 era extremamente difícil de encontrar disponível nas locadoras, então quando conseguia era sempre uma festa.

 

2 – Double Dragon 2: The Revenge (Technos – 1990)

Resultado de imagem para Double Dragon 2: The Revenge

Esse é um dos que eu mais ouvia histórias do meu irmão, inclusive aprendi alguns apelidos que a molecada do fliperama inventava para os inimigos: “Shozneger”, Roberto Carlos, Frankenstein, Ajax e Alemão são alguns deles. Double Dragon 2 foi desenvolvido pela Technos e lançado em 1990. Com uma trilha sonora marcante e uma introdução animada ao estilo Ninja Gaiden, o jogo é uma versão diferente do arcade embora possuam o mesmo nome. Sob a pele dos irmãos Jimmy e Billy Lee, você enfrentará a gangue dos Shadow Warriors, que aterrorizam a cidade de Nova Iorque e assassinou Marian, a namorada de Billy. Com variados golpes, a jogabilidade pode causar estranheza no início por causa da direção dos socos e chutes, que mudam de acordo com a posição do personagem (olhando para a direita, o botão A é soco e o B chute, para esquerda as ações se invertem). Além dos inimigos, você terá que ser habilidoso para passar por armadilhas, buracos, esteiras, plataformas que desaparecem e outras surpresas que as fases reservam para os dragons. Double Dragon 2 por pouco não ocupa a primeira posição do meu ranking, mas abocanha com sobras o segundo lugar do pódio.

 

1 – Battletoads (Rare – 1991)

Resultado de imagem para Battletoads

E o grande vencedor é Battletoads! Para mim é o beat n up mais divertido feito para NES. Apesar da dificuldade conhecida por muitos como “desleal”, o jogo é um exemplo de trabalho bem feito. Com ótimos gráficos e trilha sonora excelente, o game te coloca na pele dos sapos humanóides Rash e Zitz para resgatar Pimple e a princesa Angelica das garras da maléfica Dark Queen. Com boa jogabilidade e grande variedade de golpes, você será desafiado de várias maneiras diferentes, desde rapel, até desviar de barreiras com uma moto em alta velocidade (maldita turbo tunnel!).  Tamanha dificuldade foi o que me fez alugar este game inúmeras vezes, e a cada locação um progresso, até que finalmente eu o finalizasse.

Um velho ranzinza que mora num corpo jovem estragado. Oitentista/noventista crônico e adepto da low res. Pai babão, marido dedicado e cozinheiro estabanado quando dá na telha.

Vagner Oliveira

Um velho ranzinza que mora num corpo jovem estragado. Oitentista/noventista crônico e adepto da low res. Pai babão, marido dedicado e cozinheiro estabanado quando dá na telha.

%d blogueiros gostam disto: