Florence – Relacionamentos e Sonhos | Análise

Como um jogo mobile, de menos de uma hora, pode dizer tanto sobre a vida?

Florence é um jogo para dispositivos móveis lançado em 2018 que acabei conhecendo um tempo antes do TGA 2018 (The Game Awards), no qual ele ganhou na categoria Melhor Jogo Mobile, mas acabei querendo jogar mesmo depois da premiação. Apesar de achar a arte linda, não parecia ser realmente um bom jogo. Nunca pude estar mais enganado.


Está análise contém spoilers, então, se você não jogou ainda, corre pra jogar antes de ler.

No jogo você controla uma moça, supostamente Florence, e você vê flashes da sua vida. Do seu emprego como contadora em uma empresa, do seu relacionamento com a mãe, da sua vida baseada em redes sociais e música. E um dia passeando na rua se deparada com um violoncelista na rua, tocando por alguns trocados, música essa que faz a protagonista ficar muito interessada. Outro dia se passa e ela encontra o rapaz na rua novamente, porém, dessa vez, ela cai de bicicleta e o rapaz a ajuda. Com uma singela troca de olhares, eles trocam telefone e marcam de se encontrar.

Imagem relacionada

E é neste momento que o jogo começa a brilhar nas suas sutilezas. Em momento algum isso é explicado ao jogador, mas você percebe nos detalhes. A mecânica de conversa é um quebra-cabeça de balões de fala, e nas primeiras vezes, há muitas peças. O que indica que, no início, toda conversa com quem você não conhece é meio difícil. A medida que a conversa flui, menos e menos peças vão aparecer, até no final ficar apenas um balão completo para encaixar.

Resultado de imagem para florence game conversations

O jogo progride, as conversas também, eles acabam namorando e indo morar juntos. Nesse momento o jogador tem a decisão de quais objetos deixar na casa, fazer comida juntos, e até escovar os dentes juntos. Ele inspira nela um dos desejos antigos dela de largar a carreira de contadora e se tornar artista.

Imagem relacionada

O tempo passa e como em qualquer outro relacionamento, começam os desentendimentos. E você como jogador não tem o menor controle sobre as decisões. Apenas as toma. Começam aparecer balões de fala com corte triangular, indicando que as palavras irão ferir, e mesmo assim, você as faz. Afinal, é a vida.

Resultado de imagem para florence game fights

Após todas as brigas, temos o término do casal. Onde você tenta reparar estragos feitos com peças que não se encaixam, fotos rasgadas e memórias que se foram. Você como jogador tem que recolher as coisas da casa, desfazer o que havia feito anteriormente e seguir em frente. Florence então volta a sua vida comum, porém, decide sair do emprego de contadora e seguir a carreira de artista, mesmo sem o namorado. E é assim que o jogo termina.


Na época em que joguei, não me tocou tanto, pois na vida real estava na parte de escovar os dentes juntos. Hoje, rejogando e estando em um momento diferente da vida, acabou me fazendo abrir os olhos para coisas que não havia percebido na primeira vez que joguei.

Não é um jogo sobre relacionamento amoroso em si, e sim um jogo sobre as pessoas que passam na sua vida e o que elas deixam em você. Afinal, todas pessoas que passam na sua vida deixam um pouco delas em você. Sei que isso é cliché, mas é de uma verdade enorme, que você só percebe quando passa novamente por isso. Pessoas sempre irão ir e vir da sua vida e não importa o que você faça, nunca será pra sempre, por mais que você queira. O mais importante disso é o que você tira do que passou.

Por mais que doa ou que te deixe pra baixo, pense no que aquela pessoa deixou com você nesses momentos e leve isso a diante. Saudade sempre haverá, isso é inevitável, porém, tire o melhor dessa saudade. Seja uma pessoa melhor com o que aprendeu.

Esse jogo é o tipo de jogo que me fez pensar como Life is Strange também fez. E me fez pensar nas coisas de uma forma diferente de como eu pensava. E essa é a vida!

 

 

Miguel Moreira

23 anos, publiciotário, gamer desde os 4 anos de idade e consumidor voraz de cultura pop. Youtube e Netflix são minhas TVs.

%d blogueiros gostam disto: